De Marta à Maria

“Caminhando Jesus e os seus discípulos, chegaram a um povoado, onde certa mulher chamada Marta o recebeu em sua casa. Maria, sua irmã, ficou sentada aos pés do Senhor, ouvindo-lhe a palavra. Marta, porém, estava ocupada com muito serviço. E, aproximando-se dele, perguntou: “Senhor, não te importas que minha irmã tenha me deixado sozinha com o serviço? Dize-lhe que me ajude!”. Respondeu o Senhor: “Marta! Marta! Você está preocupada e inquieta com muitas coisas; todavia apenas uma é necessária. Maria escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada”. (Lucas 10: 38-42)

Nessa passagem, Jesus faz uma advertência à Marta pelo fato de ela estar ocupada com muito serviço, enquanto Maria encontrava-se sentada aos pés do Senhor, ouvindo-o.

A advertência de Cristo não foi no sentido de condenar o serviço desempenhado por Marta – afinal alguém deveria fazê-lo. Ocorre que o muito serviço, além de estar preocupando e inquietando Marta, estava fazendo com que ela não se atentasse ao que o Deus encarnado dizia naquele momento. Continuar lendo

O propósito do casamento

“Deus o levará a um relacionamento com alguém que, na maioria das vezes, não é apenas incompatível com você, mas que é fraco, tremendamente fraco, exatamente nas áreas que você quer que essa pessoa seja forte.

Qual o objeto em tudo que Deus faz em providência para seus filhos? Conformá-los à imagem de CristoE quando pensamos na imagem de Cristo, quais são suas principais características? Amor incondicional, misericórdia e graça.

Continuar lendo

Muitos exemplos, mas apenas um alvo!

Muitos nos são os EXEMPLOS de fé, mas apenas um deve ser o ALVO da fé!
 
Durante nossas vidas, nos deparamos – ou mesmo ouvimos falar – a respeito de pessoas boas, caridosas, que dedicam sua vida em favor do próximo, que não medem esforços para se engajarem nas causas dos pobres, dos órfãos, das viúvas e dos desamparados.
 
Muitos são os exemplos de fé! Exemplos que nos motivam e nos movem a sairmos de nós mesmos. Eu conheço pessoas assim e possivelmente você também conhece. Algumas são tão desprendidas e bondosas que quando acontece algum mal em suas vidas, muitos, equivocadamente, chegam a dizer: “Nossa, mas ela é/foi uma pessoa tão boa, como isso pode acontecer?” Como se a bondade e a caridade fossem uma espécie de imunidade às terríveis coisas desse mundo, que, na realidade, acontecem com o justo e o injusto.

Continuar lendo

Cuide bem de si mesmo

O primeiro mandamento é: “Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todo o seu entendimento e de todas as suas forças’. O segundo é este: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo. Não existe mandamento maior do que estes”. (Marcos 12:30,31)

Nesse versículo, Jesus nos ensina a primeiramente valorizar a Deus acima de qualquer coisa. Adiante, ele espera que amemos o outro como nós nos amamos.

Aqui é importante ressaltar que você tem um relacionamento com você mesmo, quer você tenha consciência disso ou não!
Continuar lendo

Cartas a meus filhos sobre os fuzilamentos de Goya

“Acreditai que nenhum mundo, que nada nem ninguém vale mais que uma vida ou a alegria de tê-la. É isto o que mais importa – essa alegria. Acreditai que a dignidade em que hão de falar-vos tanto não é senão essa alegria que vem de estar-se vivo e sabendo que nenhuma vez alguém está menos vivo ou sofre ou morre para que um só de vós resista um pouco mais à morte que é de todos e virá.

Continuar lendo

Hei de tolerar a mim e ao outro

“O mesmo silêncio que demonstra sabedoria é o que pode agredir numa relação. A mesma palavra que encanta e ensina é a que fere. O mesmo empreendedorismo que constrói realidades é o que deixa pessoas machucadas pelo caminho. Enfim.
É como se fosse uma espécie de árvore da experiência do bem e do mal; as duas realidades sempre presentes. Esse é o paradoxo de ser humano, nossa cisão,nosso conflito, nossa essência.

Continuar lendo

Reduzidos ao pó, renovados pela graça

A graça de Deus em nossas vidas é tão imensa que a própria razão não pode ver. Ela custa a entender e, ao fim, se entrega. O fôlego se perde diante da presença dAquele que ama, sustente e orna.
 
Deus nos lapida para que deixemos de alimentar o ego, o egoísmo, a insensatez e o orgulho. A pureza que Ele brota em nossos corações é suficiente para alimentarmos a nossa alma com a verdadeira Vida e afirmarmos a nossa dependência para com Ele. 

Continuar lendo

Perguntaram-me se acredito em Deus

“(…) Mas como é que ele trará paz ao mundo?
Ele trará paz ao mundo contando estórias.
A palavra é o começo de tudo. Com a palavra o universo começou. Com a palavra nós começamos.Somos poemas encarnados. Somos as estórias que moram em nós.Se as palavras que moram em nós formarem estórias belas, seremos belos e bons. Algumas das estórias belas que moram em nós foram contadas pelo “Senhor das Estórias”.

‘Mas como é que as estórias transformam as pessoas más em boas?’
 
Nós somos iguais à pipoca.

Continuar lendo